Jantar Dançante marcará os 36 anos do HRO
banner-sobrepor2
20.09.2022

Jantar Dançante marcará os 36 anos do HRO

Definido para 15 de outubro, um sábado, jantar dançante em comemoração aos 36 anos do Hospital Regional do Oeste, administrado pela Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira (ALVF).

Evento ocorre a partir das 20 horas, no CTG Grupo Tangará, localizado no Bairro Passo dos Fortes. O cardápio terá grelhados, fricassê de frango, arroz, macarrão, saladas, maionese e sobremesa. A festividade será animada pelo Grupo Cantar Galponeiro.

A construção do Hospital Regional iniciou em fevereiro de 1982. Sua inauguração ocorreu em 30 de outubro de 1986, com funcionamento inicial de 60 leitos. A administração foi transmitida pelo então governador do Estado Esperidião Amin no seu primeiro mandato, ao Padre Niversindo Querubim, representando a Beneficência Camiliana do Sul.

A Associação Hospitalar Lenoir Vargas Ferreira (ALVF) é um entidade filantrópica sem fins lucrativos, de caráter privado, composta por 49 pessoas de todos os segmentos da sociedade civil, que atuam de forma voluntária. Além de serem sócios da Associação Hospitalar são membros representantes da sociedade civil organizada, como a: ACIC, CDL, Lions Clube Chapecó, Sindicato da Construção Civil, Rotary Clube, AVHRO – Associação de Voluntários do HRO, entre outras.

Cerca de 1.300 colaboradores garantem atendimento no PS entre outras especialidades como os Serviços de Alta Complexidade: Rede de Urgência/Emergência, Oncologia Clínica e Cirúrgica Adulto e Pediátrico com Radioterapia, Traumatologia/Ortopedia, Gestação de Alto Risco – Rede Cegonha, Captação e Transplante de Órgãos – Rim e Córnea, Neurologia/Neurocirurgia.

Alguns números mostram a força da instituição (ano base 2021): 116.000 atendimentos ambulatoriais (9.666 p/mês – 322 p/dia); 11.000 cirurgias (916 p/mês); 45.000 atendimentos de emergência (3.750 p/mês – 125 p/dia – 5,2 p/hora); 3.500 partos (291 p/mês – 10 p/dia); 900.000 exames laboratoriais (75.000 p/mês – 2.500 p/dia); 900.000 refeições preparadas (75.000 p/mês – 2.500 p/dia); 35.000 sessões de radioterapia (2.916 sessões p/mês – 97 p/dia – 1.200 casos novos por ano); 42.000 atendimentos de oncologia (3.500 p/mês – 116 p/dia).